top of page

Chamadas estratégicas para nos integrarmos pelas Áreas Protegidas, Conservadas, Corredores Biológicos em LA

A partir da Celebração das Áreas Protegidas e Conservadas para América Latina e Caribe, lançamos em 2024 duas chamadas pioneiras para a região. A primeira se concretizou no Fórum Regional de Conservação da UICN (México, 2024), onde apresentamos nossa programação colaborativa e nosso mural virtual para identificar linhas de ação prioritárias com o objetivo de fortalecer a integração de atores pela conservação efetiva. A segunda, e muito esperada, é a chamada para inscrição das e dos embaixadores “sementes” para consolidar o planejamento anual de lideranças nacionais da maior iniciativa regional para valorização das áreas para o bem-estar e seus povos.



“A Celebração” continua inovando em 2024. No Fórum Regional de Conservação do México, Centroamérica e Caribe, lançamos a consulta para identificar linhas prioritárias para a integração de atores e a conservação efetiva das áreas protegidas, conservadas e corredores biológicos. Essa chamada considera a facilitação de espaços nos Fóruns Regionais de Conservação da UICN, um próximo webinar virtual (23 julho, 2024) e uma sessão especial em 17 de outubro, Dia das Áreas Protegidas e Conservadas LAC - onde propomos consolidar um produto colaborativo que possamos levar à COP 16 da Diversidade Biológica em Cali (Colômbia, 2024). 

Atualmente, facilitamos a participação de pessoas e suas comunidades, organizações, empresas e empreendimentos, guardaparques, especialistas, juventudes e governos à somar suas boas práticas ou propostas nos MURAIS COLABORATIVOS em ESPANHOL, PORTUGUÊS e INGLÊS.


🌱Nomarco do Dia do Meio Ambiente, abrimos a chamada de “embaixadores/as sementes”.

Convidamos a pessoas mobilizadoras, comprometidas, articuladoras, com facilidade de gerir informações e vinculadas à áreas protegidas e conservadas LAC para representarem seu país e território.

Inscrições até 20 de junho/24.

Fique atenta/o! Faça sua inscrição aqui: https://bit.ly/INF_EMBAJADORES


Inovações em 2024: 

✨Embaixadores Guardiães: como guardiães de nosso patrimônio natural e cultural, as e os embaixadores impulsionam a mobilização e articulação dos territórios para valoração e incidência das áreas para o bem-estar. Em 2024, extendemos para 2 anos a nomeação de pessoas embaixadoras certificadas pela “A Celebração” 2022 e 2023.

✨Embaixadores Sementes: novas pessoas vinculadas às APeCs da região vão se somar “A Celebração” 2024 com força para mobilização do território para visibilizar suas ações e projetos a partir da inscrição de celebrações com dados robustos.

✨#SUPERAMOS Barreira de acessibilidade (conexão e outras) com embaixadores. Nesse 2024, os embaixadores vão trabalhar em pares do mesmo país.

✨Vamos ter 5 embaixadores sementes por país! Impulsionando celebrações e mobilizando o território com qualidade de ação.


As áreas protegidas demonstram ser as ferramentas mais eficazes para a conservação dos serviços ecossistêmicos e o patrimônio cultural da humanidade. As pesquisas científicas e as organizações internacionais enfatizam a importância da América Latina e Caribe na conservação da biodiversidade e na mitigação das mudanças climáticas. A região não somente abriga uma riqueza biológica única, como também realiza um papel vital na regulação do clima e na manutenção dos serviços ecossistêmicos essenciais para a vida.


A conservação efetiva e inclusiva das áreas protegidas, conservadas e corredores biológicos na América Latina e Caribe requer uma combinação de abordagens participativas, inclusivas e sustentáveis. As boas práticas e linhas de ação devem abordar as barreiras socioeconômicas, culturais e políticas, e fomentar a cooperação e o empoderamento das comunidades locais e indígenas. A integração de conhecimentos tradicionais e científicos, junto com o apoio financeiro adequado, é chave para assegurar a conservação a longo prazo e o bem-estar das comunidades..


O QUE É A CELEBRAÇÃO DAS ÁREAS PROTEGIDAS E CONSERVADAS DA REGIÃO?

A Celebração das Áreas Protegidas, Conservadas e seus povos, integra diversos setores, níveis, gerações, gêneros e culturas em um processo sustentável de valoração e incidência, em torno à 17 de outubro - Dia das Áreas Protegidas e Conservadas para América Latina e Caribe. Dessa forma, posiciona esses territórios como ferramentas efetivas para o bem-estar, desde o III Congresso de Áreas Protegidas da América Latina e Caribe - III CAPLAC (Lima - Perú, 2019).


A iniciativa é liderada por membros de diferentes gerações e perfis destacados da CMAP UICN. Também somos organização membro da UICN desde 2024 (Fundación Bosques Nativos Argentinos).


Conquistas, productos e resultados de interesse:

  • 219 áreas protegidas e conservadas participantes (média anual) a partir das CELEBRAÇÕES.

  • UMA CELEBRAÇÃO, é UMA ATIVIDADE organizada por pessoas e suas comunidades, organizações, organismos ou redes, governos, empresas ou empreendimentos, que considera e colabora aos objetivos e prioridades da conservação de uma ou várias áreas protegidas/conservadas. Para se consolidar como CELEBRAÇÃO deve inscrever-se nos formulários correspondentes e acessar aos benefícios de nossa iniciativa colaborativa. Essas celebrações são acompanhadas pela equipe gestora e embaixadores da iniciativa, estando registradas e mapeadas na PLATAFORMA CONTRIBUIÇÕES À NATUREZA DA UICN.

  • Cada ano, 10.000 pessoas mobilizadas simultaneamente que integram comunidades, organizações, empresas e governos (média anual). 

  • Alcançamos 21 países através de celebrações e atividades virtuais: ARGENTINA, BAHAMAS, BOLÍVIA, BRASIL, CHILE, COLÔMBIA, COSTA RICA, CUBA, EQUADOR, EL SALVADOR, GUATEMALA, HONDURAS, MÉXICO, PANAMÁ, PARAGUAI, PERÚ, PORTO RICO, URUGUAI y VENEZUELA.

  • Capacitações ágeis, com +1200 visualizações, com aumento de 60% em 2024.

  • Somamos NOVOS PÚBLICOS: +2400 visitantes ao nosso site, +120 seguidores natos em média no Facebook e Instagram, 50% novos usuários no YouTube. Superando os indicadores de avaliação.

  • Em 2023, “A Celebração” foi realizada de forma presencial em Honduras com transmissão virtual do evento, alcançando +1150 visualizações e um aumento de 50% de novos públicos no YouTube.

  • Para mais informações, consultar o RELATÓRIO 2023 (disponível em español, inglês y português). 


A partir da “Celebração”, apoyamos mais de 130 pessoas embaixadoras desde 2021 como líderes locais pelo seu papel essencial na conservação das áreas protegidas, conservadas e corredores biológicos na América Latina e Caribe. Ao utilizar seu conhecimento local, defender seus direitos, promover a participação comunitária e estabelecer alianças estratégicas, podem influenciar significativamente na implementação efetiva e equitativa das políticas e gestão da conservação. 


Convidamos vocês a seguir nossa programação colaborativa, colaborar com nosso mural virtual pela integração dos atores e a se inscrever como embaixadores sementes.

Sigamos integrados pelas Áreas Protegidas, Conservadas e seus povos para o bem-estar da nossa região.


Fuentes

  1. Walker, R., et al. (2019). "Amazonian biodiversity hotspots". Nature.

  2. Myers, N., et al. (2000). "Biodiversity hotspots for conservation priorities". Nature.

  3. Malhi, Y., et al. (2008). "Climate change, deforestation, and the fate of the Amazon". Science.

  4. Gatti, L. V., et al. (2021). "Amazonia as a carbon source linked to deforestation and climate change". Nature.

  5. World Resources Institute (2020). "The importance of the Amazon Basin".

  6. Garnett, S. T., et al. (2018). "A spatial overview of the global importance of Indigenous lands for conservation". Nature Sustainability.

  7. FAO (2021). "The role of indigenous knowledge in biodiversity conservation".

  8. INPE (2019). "Amazon deforestation data".

  9. Baccini, A., et al. (2017). "Tropical forests are a net carbon source based on aboveground measurements of gain and loss". Science.

  10. UNEP (2020). "Conservation initiatives in Latin America".

  11. CBD (2010). "Strategic Plan for Biodiversity 2011-2020".

  12. Acuerdo de Escazú (2018). "Regional Agreement on Access to Information, Public Participation and Justice in Environmental Matters in Latin America and the Caribbean".

  13. ICCA Consortium (2020). "Community Governance of Biodiversity".

  14. Ostrom, E. (2009). "A general framework for analyzing sustainability of social-ecological systems". Science.

  15. Youth4Nature (2021). "Youth engagement in nature-based solutions".

  16. UNESCO (2019). "Education for Sustainable Development".

  17. UNEP (2018). "The benefits of ecosystem-based adaptation".

  18. World Bank (2020). "Inclusive conservation: The role of local communities".

  19. United Nations (2020). "Sustainable Development Goals Report".

  20. IPCC (2021). "Climate Change 2021: The Physical Science Basis".

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page